century tubos
Century

Ano de 2018 deve fechar com demanda por aço 3,9% maior, diz Worldsteel

A Worldsteel Association, entidade que compila dados dos 64 principais países fabricantes de aço no mundo, revisou as estimativas para crescimento da demanda global de aço para 2018 e 2019.

Em comunicado divulgado em Tóquio nesta terça-feira (16), onde realizada seu encontro anual, o relatório prevê para este ano crescimento de 3,9% na demanda, para 1,657 bilhão de toneladas, na comparação com 2017. A projeção anterior, divulgada em abril, indicava crescimento de 1,8%.

Para 2019, a expectativa é de crescimento de 1,4% da demanda, para 1,68 bilhão de toneladas, ante 2018. A projeção anterior do “Short Range Outlook 2018/2019”, de abril, era de um avanço de 0,7%.

“Em 2018, a demanda global de aço continuou a mostrar resiliência apoiada pela recuperação das atividades de investimento nas economias desenvolvidas e pelo melhor desempenho das economias emergentes”, afirmou Al Remeithi, presidente do comitê econômico da Worldsteel, em comunicado.

Segundo a associação, o aumento das tensões comerciais e movimentos cambiais voláteis estão aumentando a incerteza do setor de aço. A expectativa é de que uma normalização das políticas monetárias nos Estados Unidos e na União Europeia também possa influenciar as moedas das economias emergentes.

Com relação ao mercado chinês, maior consumidor de aço global, a projeção de crescimento para 2018 é de 6% em termos nominais e 2% em termos reais, para 781 milhões de toneladas. A diferença, explica a associação, está relacionada à utilização de fornos de indução ilegais no país asiático. Para 2019, a expectativa é de estabilidade.

“Os riscos negativos [para a China] vêm do atrito comercial atual com os EUA e de uma desaceleração da economia global. No entanto, se o governo chinês decidir usar medidas de estímulo para conter a desaceleração potencial da economia chinesa diante de um ambiente econômico em deterioração, a demanda por aço em 2019 será impulsionada”, aponta o relatório.

Para o mercado desenvolvido, a projeção é de crescimento de 1% em 2018 e 1,2% no próximo ano. Nos países emergentes, a expectativa é de alta de 3,2% e 3,9%, respectivamente, nos dois anos.

“A demanda por aço nas economias da América Latina continua seu segundo ano de recuperação apoiado por desenvolvimentos positivos na economia doméstica e global. A demanda por aço no Brasil continuou estável em 2018. Isso continuará em 2019 com o fim da febre eleitoral”, acrescenta o documento.

Este crescimento mostra o cenário de crescimento nos próximos meses da economia mundial. A Century Tubos está atenta a esta curva de crescimento para oferecer o melhor em tubos de aço carbono. Aproveite e faça um orçamento conosco.

Fonte: Valor Econômico

Contato ENVIE UM E-MAIL
Faça um Orçamento Nós te Ligamos
Fale conosco no Whatsapp!